Últimas notícias

Depois de, em 2015, abrir a porta à chegada de refugiados, a pressão pública e partidária aliada a notícias sobre crimes cometidos alegadamente por requerentes de asilo obrigou a chanceler Angela Merkel a reverter progressivamente a política migratória alemã.

Em 2013, a Amorim emitiu obrigações convertíveis em acções da Galp. Chegada a maturidade os investidores preferiram o reembolso em vez de ficarem com acções da petrolífera, o que obrigou a Amorim a pagar 400 milhões de euros para manter a posição de 33,34% na Galp.

A firma espanhola controla 70 mil metros quadrados e pretende duplicar a presença, até atingir a liderança do mercado.

As principais praças bolsistas da Europa avançam depois do acordo obtido no seio do governo alemão em matéria migratória, compromisso que também apoia a subida do euro e a descida dos juros das dívidas públicas. Manutenção da produção da OPEP impulsiona crude e ouro recua para mínimos de quase sete meses.

O chefe da diplomacia portuguesa afastou hoje a possibilidade de crescimento de "preconceitos anti-imigração", afirmando que os portugueses reconhecem os "benefícios" das migrações, após o ministro do Interior italiano ter proposto uma união de partidos de extrema-direita europeus, incluindo Portugal.

Páginas

Subscribe to Últimas notícias